Como Pedir Demissão: Direitos do Trabalhador

Assim que você decidir mudar de trabalho e planejar como será a solicitação de isenção. Depois de tudo, você não dá para fechar as portas desta empresa, porque não sabe como será seu futuro. Por isso, é importante ter cuidados, como evitar mal-entendidos, negociar a sua saída e tirar dúvidas no momento da rescisão. Confira agora alguns passos de como pedir demissão e sair da empresa sem problemas.

Notificar a empresa, antes de Pedir Demissão

Por lei, você deverá notificar a companhia 30 dias antes de pedir demissão, caso contrário, terá que pagar uma multa. O empregador tem o direito de solicitar a notificação com pelo menos 30 dias de antecedência. Se você não trabalha dentro desse período de tempo, corre o risco de pagar esta multa. Apesar de este prazo, nem sempre é possível avisar com 30 dias de antecedência. Nesse caso, ele quer falar com o seu chefe o mais rápido possível.

Avise Antes de Pedir Demissão

Então, converse com o seu chefe, escreva a carta de demissão e pede a ele que assine. Você pode digitar este documento à mão ou no computador, mas não esqueça de colocar seu nome completo, data, termos de eliminação – se ou não você deve estar de acordo com o aviso, ou se a companhia cobrada uma multa. Peça ao seu chefe que assine a carta e guarde o documento até que esteja completo.

Como Pedir Demissão

Sempre negocie a sua saída da Empresa

O empregador deve pagar por seus direitos, mesmo se foi você quem decidiu pedir demissão.

Os exemplos incluem os feriados e o grau 13. E saiba, é claro, que quando você pedir a isenção deve atender ou dar aviso prévio, se a empresa exigir.

Dado que nem sempre é possível obter esses 30 dias com o novo empregador, negocie com o departamento de recursos humanos da empresa atual, notificando quantos dias você tem disponível para atender ou informar e perguntar se não irão cobrar a multa. Se não há acordo, não há maneira: você vai ter que pagar a multa.

O que fazer se você receber uma nova oferta no Trabalho Atual

Depende da razão de sua demissão! Qualquer um que tenha obtido um emprego que pague um melhor salário, mas que permaneça na empresa atual tem a chance que sempre quis. Neste caso, veja quais são as novas condições e faça suas contas para se certificar da nova proposta de emprego.

Agora, se você mudar de emprego por outra razão -que pode ser uma nova área, uma melhor posição ou desacordo com o chefe – agradeça a contraproposta e saia impune.

Tente assim manter uma boa Relação com seus Colegas de Trabalho

Mesmo se você deixar de falar com seus colegas de trabalho, todos os dias, tente se manter em contato. Isso é porque ele pode abrir portas no futuro. Afinal, não dá para prever o futuro e talvez você gostaria de voltar para a empresa ou ter uma indicação com estes colegas para outros lugares.

Como Pedir Demissão sem Prejudicar o Relacionamento com seu Supervisor

Por mais que você tenha um novo trabalho e provas de que nunca mais voltará a ver esses velhos chefes, sai da empresa sem participar em nenhuma briga, intriga ou discussão. Seja profissional na negociação da saída, mesmo se você tem problemas de longa data com a sede central.

Tire todas as suas dúvidas na Rescisão

Se a empresa paga menos do que deveria, pode passar por um julgamento e até mesmo exigir o pagamento de uma multa. A luta judicial tem de ser a última alternativa, pois levará muito mais tempo para receber seu dinheiro. Sempre procure tirar suas dúvidas no momento da rescisão.

Nesse momento, a empresa entrega um papel com a indicação dos valores que você vai pagar, ou seja, os seus direitos. Remove todas as dúvidas e, se você acreditar que algum pagamento é errado, peça uma explicação. Se mais tarde não entende o pagamento, pode confundir algumas informações e acreditar que foi tratado injustamente.

Como fazer a carta de pedido de Demissão

Antes de fazer qualquer outra coisa, é importante saber como pedir demissão e  que a carta de demissão não é um meio para cometer erros ou criticar os superiores ou colegas de trabalho, mas apenas para anunciar a saída da empresa. Quanto mais objetiva for a carta, maiores serão as chances de sucesso.

Se o seu desejo é fazer uma carta mais organizada, em vez de descrever a interrupção durante o período na empresa, você prefere escrever a carta, de forma positiva, dizendo o lado bom da relação construída, mostrando as lições aprendidas e agradecendo a oportunidade. A ideia é deixar as portas abertas, independentemente do desgaste pessoal com a empresa no momento. Escrever uma carta de demissão estes formulários significam que a devolução na organização, no futuro, não será descartada.

O documento deve ter duas vias, sendo uma para a empresa e outra para o profissional, com a possibilidade de uma terceira cópia, que pode ser enviada ao sindicato. Normalmente, a carta é escrita em mão própria, de modo que a empresa está protegida contra a possibilidade de que o empregado alegar que se viu obrigado a pedir as contas. Depois da escritura, deve ser entregue ao departamento de pessoal da empresa.

Apos pedir demissão você precisará procurar um novo emprego, um dos primeiros itens que terá que providenciar é um modelo de carta de apresentação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *